quarta-feira, 30 de abril de 2014

PADRE QUE FEZ MESTRADO NO TERESIANUM É NOMEADO BISPO AUXILIAR DE SÃO PAULO


Padre José Roberto Fortes Palau foi nomeado hoje bispo auxiliar de São Paulo. Nascido em Jacareí (SP), em 09 de abril de 1965, padre José Roberto Fortes Palau recebeu a ordenação presbiteral 06 fevereiro de 1993. É mestre em Teologia da Espiritualidade pela Pontifícia Universidade de Teresianum, em Roma e doutorado também em Teologia pela PUC-Rio. Foi reitor do Seminário de Teologia da diocese de São José dos Campos de 2000 a 2009 e professor do Instituto Teológico Sagrado Coração de Jesus, em Taubaté. Já exerceu cargos como coordenador da pastoral presbiteral, vigário geral da diocese de São José dos Campos (2005 a 2013) e pároco das paróquias Santo Agostinho e São José. Também foi diretor da Escola Diaconal no período de 2005 a 2011 e diretor e professor da Faculdade Católica de São José dos Campos de 2008 até o momento.

Agora a Arquidiocese de São Paulo conta com dois bispos auxiliares formados em Espiritualidade pelo Teresianum de Roma, dos Frades Carmelitas Descalços. Pois, Dom Milton Kenan Junior também obteve o mestrado em teologia espiritual, no Teresianum, em 1997.

Dom Milton no dia da celebração dos 100 anos dos Frades Carmelitas no Brasil

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

POSTULANTADO 2014


Dia 23, domingo, às 9 da manhã, o Padre Provincial Frei Cleber dos Santos presidiu a Santa Missa, no Convento Beata Elisabeth da Trindade, em Paranoá-DF, dando início ao Postulantado. Concelebraram Frei Marcos Matsubara (Superior do Convento Beata Elisabeth da Trindade), Frei Márcio (Formador dos postulantes), Frei Luciano Luiz, Frei Jorge (Superior do Convento de Caratinga e formador de aspirantes) e Frei Hudson.

A Santa Missa teve presença significativa dos leigos da OCDS.
São 10 postulantes: Edízio, Eustáquio, Evaristo, Felipe Resende, Felipe Rocha, Jean, Júnior, Leonardo, Matheus, Rafael.


























Que a Virgem do Carmo interceda por cada postulante, para que seja perseverante no amadurecimento da vocação!

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

FREI HENRIQUE RENOVA OS VOTOS


No dia 19 de fevereiro, Frei Henrique de Jesus renovou os votos, no Convento Santa Teresa, em Belo Horizonte-MG. A Santa Missa foi presidida pelo Frei Afonso, Padre Prior do Convento Santa Teresa.


Que o Senhor continue a enviar santas vocações ao Carmelo!

sábado, 11 de janeiro de 2014

V CAPÍTULO PROVINCIAL - Reflexão da Missa da quarta feira - 8 de janeiro.


Frei Jorge Jacinto Corrêa, Prior do Convento Nossa Senhora do Carmo-Caratinga,MG.


      Quarta feira, dia que fazemos memória de S. José, patrono de nossa província, nossa família carmelitana em capítulo, hoje visivelmente completa, com a presença de uma monja e uma leiga ocds...
         Todos os dias acolhemos a Palavra de Deus, sobretudo através do Evangelho, sendo hoje: Mt.6,45-52.
         Deus falou concretamente à nossa "capitulação" através de dois pontos:
         1- Tendo-se em conta a origem dos diversos carismas e missões das famílias religiosas, vemos que cada uma se ocupa de um ou mais aspectos da pessoa ou da missão de Jesus. Muitos aspectos, dependendo de circunstancias históricas culturais, são assumidos por entidades politicas assistenciais, e os consagrados e consagradas se veem  como que dispensados... Neste trecho do Evangelho, mais precisamente no versículo 46, encontramos a inspiração do carisma e da missão do carmelo descalço. 'Jesus subiu ao monte para rezar'. 
          Em Jesus a humanidade assumida é completa. Jamais o ser humano poderá ser tal, sem buscar intenso e fundamental encontro com Deus. Aqui está nosso Ser e Missão, como família carmelitana! Temos que ser casas e escolas de oração. Enquanto existir a fé sobre a terra, o carmelo será atual! Como isto nos enche de animo e esperança!
         2- No tempo de Advento , que acabamos de celebrar, a palavra de Deus para aqueles que participam mais de perto do Mistério da Encarnação foi: "Não tenham medo!": O Anjo a Maria: Não temas! A Zacarias: Não tenha medo! A S. José: Não temas... Celebramos nosso capítulo no tempo do Natal. Agora é o Verbo Encarnado que nos Evangelhos insiste muitas vezes: Não temam! Estou e estarei sempre convosco! Neste contexto, através deste Evangelho de hoje, Jesus nos manda para os barcos, para os velhos e novos desafios de nossa vida fraterna frente à missão, mesmo que o vento seja contrário...Em cada pessoa de nosso povo, em cada novo membro de nossas comunidades fraternas, Jesus nos grita: "Coragem, sou eu! Não tenhais medo!" Mt.6,50.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

V CAPÍTULO PROVINCIAL - 10 de janeiro, último dia.

O Capítulo Provincial terminou hoje, 10 de janeiro, com o almoço. Antes disso, iniciamos o dia com a Santa Missa presidida pelo nosso Padre Provincial, Frei Cleber, e a homilia foi proferida pelo Frei Marcos Matsubara, que é o aniversariante do dia.

Frei Leandro, Frei Aurílio, Frei Cleber, Frei Marlon e Frei Afonso.

Frei Cleber e Frei Marcos Matsubara


O Padre Provincial anunciou as conventualidades dos frades e novas nomeações:

Pastoral vocacional: Frei Marcio e Frei Ronan.

Depois de uma manhã cheia de trabalhos, os frades capitulares começaram a retornar para os conventos.


Que a Virgem do Carmo, nossa Mãe e Irmã, abençoe a cada frade na sua nova missão. Amém!

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

V CAPÍTULO PROVINCIAL - 9 de janeiro

Hoje, no período da manhã, monjas carmelitas descalças e membros da OCDS apresentaram aos frades capitulares as urgências, os desafios e a beleza de nosso carisma. Pois, o Carmelo Descalço é na Igreja uma única Ordem com três formas de viver o carisma: frades, monjas e leigos (OCDS).

Representantes das três associações das monjas carmelitas, no Capítulo Provincial:

Madre Elisabeth: Priora do Carmelo de Passos-MG e coordenadora da Associação São José;

Irmã Teresa Benedita: monja do Carmelo de Propriá-SE e coordenadora da Associação Santa Teresa de los Andes;

Irmã Madalena: monja do Carmelo de Jundiaí-SP, representando a coordenadora da Associação Santa Teresa de Jesus.

Madre Maria Ana: Priora do Carmelo de Campinas-SP.

Madre Elisabeth, Irmã Teresa Benedita, Frei Cleber, Irmã Madalena e Madre Ana.

Representantes da Ordem Secular (OCDS):

Luciano Dídimo – Presidente Provincial (Fortaleza-CE);
Rose Piotto – Vice Presidente Provincial (Passos-MG);
Ruth L. Vieira– Secretária (Fortaleza-CE);
Edna de Jesus– Conselheira Provincial (São Roque-SP).
Edna, Rose, Luciano e Ruth
À tarde, continuamos com a discussão das questões internas da Província. Além disso, o nosso Padre Provincial publicou novas nomeações:

PÁROCOS:

Rio de Janeiro-RJ: Frei Fábio Magno
São Paulo-SP: Frei Fabiano Alcides
Belo Horizonte-MG: Frei Leandro Alcides
Caratinga-MG: Frei Francinaldo Lustosa
Marechal Deodoro-AL: Frei Everaldo
Handel-Holanda: Frei João Bonten

DELEGADOS OCDS:

Norte\Nordeste: Frei André Severo
Sudeste\Centro-Oeste: Frei Pierino Orlandini
Jovens OCDS: Frei Antônio Júnior Gualberto

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

V CAPÍTULO PROVINCIAL - 8 de janeiro

Dom Rubens Sevilha e Frei Cleber dos Santos
Hoje, os frades capitulares, durante todo o dia, refletiram as linhas operativas para o triênio 2014-2016. Também Frei Francisco Edglê foi empossado como Prior do Convento Santa Teresinha do Rio de Janeiro.

O Senhor também nos agraciou com a presença ilustre de Dom Rubens Sevilha, bispo auxiliar de Vitória-ES, nosso irmão de Ordem, que há pouco tempo foi nosso Padre Provincial.


Frei Edglê toma posse como Prior do Convento Santa Teresinha - RJ
Pedimos a todos que continuem a rezar por nosso Capítulo Provincial.

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

V CAPÍTULO PROVINCIAL - 7 de janeiro



PRIORES DOS CONVENTOS
Convento São José – Piedade de Caratinga-MG: Frei Marlon
Convento Santa Teresinha - São Paulo – SP: Frei Francisco Aurílio
Convento Santa Teresinha - Rio de Janeiro - RJ: Frei Francisco Edglê
Centro Teresiano de Espiritualidade – São Roque-SP: Frei Francisco Sales
Convento Nossa Senhora do Carmo – Caratinga-MG: Frei Jorge Jacinto
Convento Beata Elisabeth da Trindade - Distrito Federal - DF: Frei Marcos Matsubara
Convento Sagrada Família - Marechal Deodoro – AL: Frei Everaldo
Convento São João da Cruz – Belo Horizonte-MG: Frei Edinaldo
Convento Santa Teresa – Belo Horizonte-MG: Frei Geraldo Afonso
Convento São José – Handel - Holanda: Frei João de Deus

O Padre Provincial Frei Cleber anunciou três nomeações:
Secretário da Província: Frei Allyson
Ecônomo Provincial: Frei Emerson
Mestre de Noviços: Frei Marlon

   

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

V CAPÍTULO PROVINCIAL - 6 de janeiro

No dia 6 de janeiro, às 9 da manhã, o Padre Provincial Frei Afonso apresentou o relatório provincial do triênio passado. Em seguida, iniciou-se a cerimônia de posse do novo Padre Provincial Frei Cleber. Este, no seu pronunciamento, lembrou aos frades capitulares que “a missão do provincial é dada por Deus”. E que vai “acompanhar, dialogar com cada frade no intuito de chegar à vontade de Deus”. Recordou também que no início da vida religiosa “o frade pede a misericórdia de Deus, a pobreza da Ordem e a companhia dos irmãos”. E que “fomos acolhidos na Ordem com virtudes e limitações”.
Em seguida, deu-se início à eleição dos Conselheiros da Província. Foram eleitos e empossados:


1.      Frei Aurílio,
2.      Frei Leandro,
3.      Frei Marlon,
4.      Frei Afonso.

À tarde, os frades capitulares farão estudo do instrumento de trabalho para o Documento do Capítulo.

V CAPÍTULO PROVINCIAL - dia 5 de janeiro


No dia 5 de janeiro, Solenidade da Epifania do Senhor, foi iniciada a segunda sessão do V Capítulo Provincial da Província São José, dos frades carmelitas descalços, com a Santa Missa e a oração das Vésperas, às 19 horas, presididas pelo Padre Provincial Frei Afonso.


O Capítulo está acontecendo no Centro Teresiano de Espiritualidade, em São Roque-SP. Estão reunidos trinta frades capitulares.

  
Na homilia, Frei Afonso refletiu sobre “a manifestação de Deus na história, que é universal. A salvação vem para todos. Mas temos que ver quais são os impedimentos que não deixam a graça de Deus se manifestar em nossa vida. E há muitas luzes que nos apontam a Cristo. O próprio Cristo é a estrela maior a nos conduzir; outras estrelas também nos levam a Cristo: Maria Santíssima, os santos, o Papa e qualquer pessoa Deus pode usar como estrela para nos conduzir a Ele. Portanto, estrelas não nos faltam. O que faz a diferença é a disposição e o ânimo para segui-las”.

O Carmelo Descalço agradece a todas as pessoas que nestes dias estão unidas em oração, para que os frades estejam abertos e dóceis à ação do Espírito Santo.

sábado, 4 de janeiro de 2014

MAIS UM CARMELITA DESCALÇO NOMEADO BISPO



O Santo Padre nomeou o Frei Peter Chung, OCD, como novo bispo auxiliar da diocese de Seul. Na atualidade, o frei Peter, 52 anos, era o VI Definidor da Ordem e era responsável pela Ásia e parte da Oceania. O Frei Peter Chung nasceu em Seul em 1961. Ingressou no noviciado dos carmelitas descalços da província da Coreia em 1987, realizando sua primeira profissão no ano seguinte, em fevereiro de 1088. Emitiu a profissão solene em 1992 e foi ordenado em 16 de julho do mesmo ano. Atualmente, a arquidiocese de Seul, que é considerada a primeira da Coreia do Sul, conta com cerca de um milhão e meio de batizados. Além disso, o Arcebispo Metropolitano de Seul também é o administrador apostólico da Diocese de Pionyang na Coreia do Norte.

Fonte: http://www.carmelitaniscalzi.com/ampliar-noticia/p--peter#.Usf5lppTvVI



segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

NATAL: NÃO É A FESTA DE ANIVERSÁRIO DE JESUS!

Eis o Natal, uma das grandes festas cristãs. Gostaria de explicar o sentido desta celebração, já que atualmente parece que os cristãos andam meio confusos, sem saber bem o que celebram. Alguns pensam que celebrar o Natal é comemorar o aniversário de Jesus; alguns chegam até a cantar “parabéns pra você”! Coisa totalmente fora de propósito, contrária ao sentimento da Igreja e fora do sentido da celebração dos cristãos. Então, se não celebramos o aniversário de Jesus, o que fazemos no Natal?
Antes de tudo é necessário entender o que é a Liturgia, a Celebração da Igreja.

O nosso Deus, quando quis nos salvar, agiu na nossa história. Primeiramente agiu na história de toda a humanidade, guiando de modo secreto e sábio todos os seres humanos e sua história. Basta que pensemos nos santos pagãos do Antigo Testamento – santos que não pertenceram ao povo de Israel: Santo Abel, Santo Henoc, São Matusalém, São Noé, São Melquisedec, São Jó... Nenhum destes pertencia ao Povo de Deus... E, no entanto, Deus agia através deles... Depois, Deus agiu de modo forte, aberto, intenso na história do povo de Israel, com as palavras de fogo dos profetas, com a mão estendida e o braço potente nas obras maravilhosas em benefício do Seu Povo eleito. Finalmente, Deus agiu de modo pleno e total, fazendo-Se pessoalmente presente, em Jesus Cristo, que é o cume, o centro e a finalidade da revelação e da ação de Deus: em Jesus, tudo quanto Deus sonhou para nós se realizou de modo pleno, único, absoluto, completo e definitivo! Então, o nosso Deus não Se revela principalmente com ensinamentos, com doutrinas e conselhos, mas com ações concretas e palavras concretas de amor! E tudo isso chegou à plenitude na vida, nos gestos, palavras e ações de Jesus Cristo!

Pois bem: são estas obras salvíficas de Deus, realizadas de modo pleno em Jesus, que nós tornamos presente na nossa vida quando celebramos a Santa Liturgia, sobretudo a Eucaristia! Na força do Espírito Santo de Jesus, através das palavras, dos gestos e dos símbolos litúrgicos, os acontecimentos do passado – todos resumidos em Cristo: na Sua Encarnação, no Seu Nascimento, Ministério, Morte e Ressurreição e no Dom do seu Espírito – tornam-se presentes na nossa vida.

Vejamos, agora, o caso do Natal. Quando a Igreja celebra as festas do Natal, quer celebrar não o aniversariozinho do menininho Jesus... O que ela deseja fazer e faz é tornar presente para nós, na força do Espírito Santo, a graça da Vinda do Cristo! Celebrando a liturgia do Natal, o acontecimento do passado (a Manifestação do Filho de Deus) torna-se presente no hoje da nossa vida! Na liturgia do Natal a Igreja não diz: “Há dois mil anos nasceu Jesus”! Nada disso! O que ela diz é: “Alegremo-nos todos no Senhor: hoje nasceu o Salvador do mundo, desceu do céu a verdadeira paz!”. Então, celebrando as santas festas do Natal, celebramos a Manifestação do Salvador no nosso hoje, na nossa vida, no nosso mundo! A liturgia tem essa característica: na força do Santo Espírito torna presente realmente, de verdade, aquele acontecimento ocorrido no passado. Não é uma repetição do acontecimento, nem uma recordação! É, ao invés, aquilo que a Bíblia chama de memorial, isto é, tornar presente os atos de salvação de Deus!

Agora vejamos: a Eucaristia é a celebração, o memorial da Páscoa do Senhor. Como é, então, que no Natal a gente celebra a Missa, que é a Páscoa? Como é que já no Natal a Igreja mete a celebração da Páscoa? É que a Eucaristia não é simplesmente a celebração da paixão, morte e ressurreição de Cristo! Essa seria uma ideia muito mesquinha, estreita! Em cada Missa é todo o mistério da nossa salvação que se faz presente, é tudo aquilo que Deus realizou por nós, desde a criação até agora... E tudo isso tem o seu centro em Jesus: na Sua encarnação, na Sua vida e na sua pregação, e alcança seu cume na Sua morte e ressurreição, na Sua ascensão e no dom do Santo Espírito. Então, celebramos as cinco festas do Natal celebrando a Missa, porque aí o mistério, o acontecimento da nossa salvação se torna presente e atuante na nossa vida. Voltando para casa após a Missa do Natal, podemos dizer: “Hoje eu vi, hoje eu ouvi, hoje eu experimentei, hoje eu testemunhei e hoje eu anuncio: nasceu para nós, nasceu para o mundo um Salvador! Ele veio, Ele não nos deixou, Ele Se fez nosso companheiro de estrada!” Celebrando a Eucaristia do Natal, recebemos a graça do Natal, entramos em comunhão com o Cristo que veio no Natal, porque recebemos no Corpo e Sangue do Senhor o próprio Cristo que nasceu para nós, e, agora, Cristo ressuscitado, pleno do Santo Espírito! É incrível, mas a graça do Natal chega a nós mais do que chegou para Maria e José e os pastores e os magos. Porque eles viram um menininho no presépio, na Sua natureza humana em estado de humilhação, enquanto nós O recebemos dentro de nós, Seu Corpo no nosso corpo, Seu Sangue no nosso sangue, Sua Alma na nossa alma, Seu Espírito no nosso espírito... E tudo isto num estado de glória! Não mais um menininho frágil, com esta nossa vidinha humana, mas o próprio Filho agora glorificado, com uma natureza humana imortal e gloriosa, que nos transformará para a Vida eterna.
Então, que neste Natal ninguém cante parabéns para o Menino Jesus, nem fique com inveja dos pastores e dos magos... Também para nós HOJE nasceu um Salvador: o Cristo ressuscitado, glorioso, que recebemos no Seu Corpo e Sangue e cujo mistério celebramos nos gestos, palavras e símbolos da liturgia santíssima!


Feliz Natal, Irmão, pleno da graça do Deus nascido da Virgem!

Dom Henrique Soares, bispo auxiliar de Aracaju-SE

Fonte:http://visaocristadomhenrique.blogspot.com.br/2013/12/natal-nao-e-festa-de-aniversario-de.html?spref=fb

sábado, 14 de dezembro de 2013

INICIANDO O NOVICIADO


No dia 14 de dezembro, solenidade de São João da Cruz, durante as Vésperas, Frei Raimundo de São José, Frei Guilherme da Cruz e Frei Víctor de Jesus iniciaram o noviciado. A cerimônia aconteceu na capela do convento São José, em Piedade de Caratinga, presidida pelo Padre Provincial Frei Afonso.










Sejam bem vindos os noviços à experiência da Vida Religiosa no Carmelo Descalço!